Site Imobiliário: 5 Dicas para criar o seu

site imobiliário

Oi Corretor de Imóveis. Hoje vamos conversar sobre site imobiliário, em especial, com o corretor de imóveis que ainda não tem um para chamar de seu. 

Vou deixar 5 dicas valiosas pra você, corretor de imóveis, criar o seu site imobiliário, melhorar a vitrine da sua carteira de imóveis e, claro, deslanchar nas vendas. 

Para que essas dicas façam sentido para você, antes de mais nada, é preciso que você entenda a importância de um site imobiliário para o seu negócio.  

Por que preciso de um site imobiliário

Para vender mais imóveis.

Em resumo e, no fim das contas, esse é o principal papel de um site imobiliário aí no seu negócio. 

Trata-se de uma potente ferramenta que , além da divulgação dos imóveis da sua carteira, atua também como: 

  • Canal de comunicação com o lead interessado nos seus imóveis;
  • Fortalecimento da sua marca;
  • Reforço de autoridade e credibilidade do seu negócio;
  • Contribui com a sua presença digital
  • Tem papel fundamental em ações de marketing digital como Google Ads. 

Me diz uma coisa: quando você precisa de algo – produto ou serviço – você pesquisa inicialmente por onde? Através internet, eu sei. 

Você e 99% dos consumidores do mundo. 

A era digital é agora. O mundo está online e tudo, absolutamente tudo e todos estão na internet. 

Essa é só uma força de expressão, ok? Sei do déficit de acesso a internet em muitas regiões do país! 

Então, se o seu negócio não está online, você fatalmente está deixando dinheiro na mesa. 

Ah, Marlon, eu tenho as minhas redes sociais com muitos seguidores e curtidas! 

Que bom, mas isso não elimina JAMAIS a necessidade e a importância de você ter um site imobiliário. 

tela de um note book sobre a mesa

As redes sociais têm um papel e atuação diferente do site imobiliário, principalmente, em estratégias de marketing imobiliário digital. 

Em hipótese alguma uma elimina a outra. 

Ambas têm papéis de peso, importantes em uma estratégia de marketing, podem caminhar juntas ou separadas, mas, é importante deixar claro que são coisas distintas. 

Como criar site para minha imobiliária

Foi-se o tempo em que ter um site imobiliário era coisa para empresas com muito dinheiro, grandes e que investem ‘pesado’ – financeiramente falando – em marketing. 

A internet democratizou muita coisa, inclusive, o site para todo e qualquer segmento. 

Hoje em dia é perfeitamente possível criar um site imobiliário com pouquíssimo gasto, somente os de domínio e hospedagem mesmo. 

Falamos sobre isso em ‘Como criar um site imobiliário’. Nesse artigo tem todo o passo a passo para você criar o seu site imobiliário do zero.

Passa lá depois, mas antes, leia e se abasteça das 5 dicas para criar o seu site imobiliário que eu trouxe aqui. 

Não faça nada antes de ler com atenção todas elas 😉 

Para criar o site preciso investir quanto?

Antes de compartilhar as dicas, a pergunta que não quer calar é: quanto custa um site imobiliário. 

E a resposta é… depende! 

Há uma série de caminhos para você criar o seu site imobiliário.

Como eu disse anteriormente, com a internet e toda a acessibilidade que ela nos proporciona de informação, conteúdo etc, podemos:

  • Criar um site do zero e sem nenhum custo;
  • Até um site imobiliário ‘ultra mega power’ personalizado, com uma série de recursos de arte, movimento etc, feito por um time de profissionais altamente qualificados para isso por R$5, R$10, R$30 mil reais. 

Qual o melhor site imobiliário

O que te traz o resultado que você busca: venda! 

Sendo bem franco, claro e objetivo com você, corretor, como sempre procuro ser por aqui, um site de R$30 mil reais que não traz resultado em venda não é um bom site. 

Um site bonito, todo personalizado, daqueles que enche os olhos de R$15 mil reais que não gera um contato, não é um bom site. 

Um site imobiliário que não é responsivo e gera uma boa experiência de navegação ao usuário, independente de quanto ele custou, não é um bom site. 

Todas essas características implicam na performance de um site, ou seja, o fazem bom ou ruim. 

Então, para te responder essa pergunta melhor, vamos às dicas para você criar o seu site imobiliário e fazer dele uma verdadeira máquina de vendas. 

Anota aí! 

5 Dicas para montar o site da minha Imobiliária.

1 – Usabilidade

Sabe aquele site que você acessa pela primeira vez e navega nele como se já o conhecesse há tempos? É ISSO! 

Um bom site imobiliário se preocupa com a usabilidade e oferece a quem o acessa:

  • Clareza no conteúdo;
  • Na informação disponibilizada;
  • Nos botões: você encontra rápido e facilmente onde saber mais sobre o imóvel, onde entrar em contato com o corretor responsável ou o time de atendimento.
  • Onde encontrar imóveis na região em que ele procura;
  • Os dados destes imóveis.

2 – Fotografia imobiliária e descrições completas

Partindo da premissa que o seu site imobiliário é a vitrine virtual da sua carteira de imóveis, as fotos dos imóveis têm papel valioso por aqui. 

Sempre digo em nossos bate-papos que foto vende, foto boa é ímã de cliente, então, dedique-se a essa etapa dos anúncios dos imóveis  no seu site imobiliário. 

Dá mais trabalho sim, mas dá mais resultado também. 

Assim como a descrição dos imóveis. 

Fale tudo o que você puder falar sobre o imóvel na sua descrição.

Até o endereço exato, mesmo, se esse for um diferencial e você se sentir confiante e confortável para isso. 

Sabemos que no mercado existem profissionais capazes de usar essas informações para o seu próprio benefício e prejudicar o seu trabalho.

Mas, esse é um ponto que pode e deve ser mitigado com a sua relação com o cliente proprietário 😉

Assunto polêmico, eu sei…falamos disso em um outro bate-papo, prometo! 

Aqui, quero reforçar a proposta de anúncios com descrições do imóvel o mais completas possível. 

Além do preço do imóvel – de preferência já com o valor da sua comissão embutido, descreva:

  • IPTU
  • Condomínio
  • Metragem
  • Número de quartos/suítes
  • Banheiros
  • Infraestrutura de lazer, tem? O que tem? 
  • Garagem? Quantas vagas – para quantos carros?
  • Fica mobilia? Armários?
  • E o bairro: fica perto do que e de onde? 
  • Seus pontos fortes: torre única,  sol da manhã, arejada, acabamentos que valorizam o imóvel etc. 
  • Forma de pagamento: aceita financiamento, carro, moto ou imóvel de menor valor como parte de pagamento, financia direto com a construtora etc. 

É um equívoco privar o potencial cliente dessas informações e quantas mais forem acrescentar nessa pesquisa dele, para ‘forçar’ uma conversa. 

São informações que impactam diretamente na decisão de compra do cliente. 

Sendo assim, esses dados atuam como filtro e dão autonomia para ele avançar no seu funil de vendas se ele realmente estiver pronto para isso. 

Otimize o seu tempo e o do cliente, qualificando o lead de forma natural. Pense nisso! 

Sabe quando você vê um anúncio de algo que te interessa na internet e o preço só é revelado inbox? 

Isso não filtra, muito pelo contrário, esse comportamento exclui, descarta muito contato, pode acreditar! 

3. Um site rápido e leve

O que você faz em 4 segundos? Nada? Errou! 

Você acessa um site e se ele não abrir em até 2 segundos você desiste dele. 

Parece loucura, mas não é!

E quem garante isso é o Google que recomenda como tempo ideal de abertura de um site de 0,5 até 2 segundos. 

Analisando o comportamento do consumidor de hoje em dia, isso faz todo sentido. 

Por isso, se atente a estas questões que são também de usabilidade, experiência do usuário, diretrizes de SEO que impactam diretamente na performance do seu site imobiliário, logo, no resultado final dele. 

Sabe os sites cheios de coisas que mencionei lá em cima? Eles podem ser muito bonitos, mas impactar nesse ponto. 

Assim como as fotos. Eles precisam ser em ótima resolução, qualidade etc., mas não podem ser imagens pesadas para o carregamento. 

Se atente a isso para ter um site leve e rápido.  

4. Responsivo

Se você é um corretor de imóveis antenado em marketing digital já deve ter ouvido muito essa palavrinha por aí e até saber do que se trata.

Mas se esse não for o seu caso, não se assuste, RESPONSIVO nada mais é do que o site que abre no celular, no tablet, no notebook etc., da mesma forma. 

Ele não se desconfigura e fica todo diferente dependendo de onde você o acessa. 

Isso é uma das diretrizes mais ‘cobradas’ de SEO quando se trata de um bom site. 

Isso porque a maior parte das pessoas acessam tudo pelo seu smartphone. Se a experiência por lá não for bacana, compromete e muito no resultado final. 

Isso nem é uma dica, viu? Eu diria até que é matemático, lógico de tão certo. Não abra mão disso na criação do seu site imobiliário.  

5. Que ofereça resultados na conversão de leads

A conversão de leads em contato é resultado de uma série de ações e muitas delas podem e devem levar ao seu site imobiliário. 

Agora, imagina que o ‘mais difícil’ que é levar fluxo ao seu site você consegue e, chegando lá, o usuário não encontra facilmente o contato do corretor responsável ou pior, o único meio pra ele fazer isso não é o ideal pra ele? 

Só por email, só por telefone etc. 

Esse é o tipo de oportunidade que você não pode perder jamais. 

O lead tá no seu site imobiliário, tem que converter! 

Exageros a parte, tenha um site focado na experiência do usuário e na conversão desse lead. 

  • Botão do WhatsApp para falar direto com o corretor responsável;
  • Chat online eficiente – se não tiver ninguém pra responder em tempo hábil, melhor não ter. 
  • E-mail – olhe sempre a sua caixa de entrada, de preferência, tenha ela no seu celular. 
  • E telefone fixo/comercial da imobiliária. 

O WhatsApp é o canal de comunicação mais utilizado. Além de ser instantâneo, você capta esse lead assim que ele te aciona. 

O chat é um recurso imediato e como tal, pode gerar muita frustração se não for bem cuidado. 

E-mail é pro lead/contato mais cauteloso, que entende o tempo de resposta maior desse canal, mas, também exige muito cuidado justamente por isso. 

Dois dias sem resposta pode prejudicar e muito o processo de venda. 

A propósito, o tempo de resposta é ponto fundamental no processo de compra e venda de um imóvel. 

Falamos disso em O fator mais importante no Atendimento imobiliário. Leia com atenção e se atente a isso no seu dia a dia. 

Com essas dicas você já pode criar o seu site imobiliário e alavancar suas vendas de verdade. 

Se preferir, você pode também ter o sistema imobiliário da Microsistec que já conta com um site imobiliário atrelado a ele, que atende a essas e tantas outras diretrizes para uma boa performance em vendas. 

Entre em contato com o nosso time comercial e bate um papo. 

Bons negócios. 

4 respostas para “Site Imobiliário: 5 Dicas para criar o seu”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimente por 15 dias grátis!
Sem nenhum tipo de cobrança.

    Suas informações estão seguras.

    Confira nossos materiais gratuitos para te ajudar a vender mais

    Já vai sair?

    Antes confira nossos materiais gratuitos para te ajudar a vender mais

    Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo.