E-mail marketing imobiliário funciona?

Tempo de leitura: 5 minutos

Quando o assunto é marketing imobiliário, sempre bate aquela dúvida sobre os melhores canais de aquisição e conversão, mais especificamente se e-mail marketing funciona.

Com o avanço da Era Digital, várias outras plataformas surgiram, como as redes sociais e o próprio Whatsapp. E com isso, muita gente passou a achar que o e-mail era obsoleto.

Mas a realidade é bem diferente.

Uma pesquisa da Pew Research revelou que 92% dos adultos presentes no mundo digital utilizam esse tipo de espaço. E destes, 61% utilizam diariamente. Além disso, um estudo da Campaign Monitor mostrou que um e-mail é 40 VEZES mais efetivo para aquisição do que as redes sociais.

Ou seja, o e-mail marketing funciona sim, incluindo para o mercado imobiliário. Tudo é uma questão de saber como utilizar essa ferramenta.

Quais as vantagens de usar o e-mail marketing?

No início, o e-mail marketing sofreu um grande impacto na sua imagem, por conta do grande volume de mensagens que chegaram nas caixas de entrada dos consumidores, também conhecidos como os famosos spans.

Mas hoje esse canal não é mais visto como “fonte de conteúdos sem relevância”. Pelo contrário, o e-mail marketing representa o contato direto mais confiável que você pode ter com o seu público.

Isso porque, a partir do momento que a pessoa te fornece o endereço de e-mail dela, está te dando um voto de confiança. Ela abre as portas para uma comunicação mais aprofundada, pois esse é um espaço apenas para aquilo que ela considera realmente importante

Além disso, esse canal também traz uma série de outras vantagens tais como:

1) Direcionamento de fluxo

Um dos grandes diferenciais dessa ferramenta é que você pode direcionar o fluxo de mensagens. Assim é possível criar abordagens específicas que possam ter uma taxa de conversão melhor.

2) Interatividade

Outro grande diferencial de usar o e-mail marketing é que você pode ter um nível maior de interação com os prospects. Isso porque, com apenas um clique na mensagem o usuário pode ir diretamente para o seu Whatsapp, site ou página que desejar.

Isso facilita e muito a prospecção, e até mesmo o atendimento dentro da imobiliária.

3) Custo-benefício

Se comparada com outras estratégias de marketing, o e-mail oferece um dos melhores custo-benefício. As plataformas de gerenciamento possuem valores super acessíveis, bem menores que os cobrados pelas redes sociais para a divulgação paga.

Mas o retorno desse tipo de campanha pode ser muito maior do que os links patrocinados, por exemplo. Por isso vale à pena investir.

Principais erros ao usar esse tipo de estratégia

Se o e-mail marketing funciona, por que tanta gente sente dificuldades de obter resultados na estratégia de marketing imobiliário através dele?

Bom, a resposta é simples. Existe uma série de barreiras mentais que condicionam as pessoas a cometerem erros ao usar esse método. E é isso que acaba minando as chances de alta conversão e também qualificação dos leads.

E dentre os principais erros que se comente ao usar essa estratégia e que você deve evitar, estão:

1) Comprar listas

O e-mail marketing funciona apenas quando você tem um trabalho planejado, e quando usa listas construídas com foco no seu negócio. Comprar mallings prontos de fontes duvidosas dificilmente é algo que vai gerar algum tipo de resultado.

Vale mais à pena investir em iscas e estratégias pagas para a obtenção de contatos, pois, dessa forma, você terá a garantia de leads quentes.

2) Evita as ferramentas gratuitas de e-mail marketing

Mais um dos erros muito comum de quem opta por utilizar essa estratégia é optar apenas por ferramentas gratuitas. Elas podem até ser soluções temporárias, mas se você deseja realmente ter resultados efetivos, vai precisar investir em uma ferramenta marketing.

Isso porque as plataformas gratuitas podem apresentar algumas barreiras e até dificuldades. Por exemplo, a grande maioria não possui um sistema de para a pessoa cancelar o cadastro, o que pode prejudicar a sua imagem. Além disso, eles usam servidores gerais que podem condicionar as mensagens diretamente para a caixa de spam.

3) Conteúdo raso

Outro grande erro na hora de usar essa abordagem é investir usar apenas conteúdos rasos. Por exemplo, se você usar apenas imagens no seu e-mail, a mensagem pode acabar indo parar no spam.

Além disso, se você não oferecer informações que realmente agreguem valor, a tendência é que os contatos passem a descartar as mensagens ou até cancelem a inscrição no mailing.

O e-mail marketing funciona apenas quando agrega valor.

Veja como criar uma estratégia eficiente para o e-mail marketing imobiliário

Agora que você sabe como o e-mail marketing funciona, e como ele pode agregar várias vantagens a sua estratégia de marketing imobiliário, abaixo nós listamos algumas dicas essenciais para o planejamento e execução desse tipo de abordagem.

Confira:

1) Construa uma boa base de e-mails

A primeira dica para quem deseja usar essa estratégia dentro do marketing imobiliário é construir uma boa base de e-mail. E para isso você pode usar algumas estratégias.

Uma delas é oferecer iscas digitais focadas no setor imobiliário para atrair leads qualificados. Além disso, vale à pena investir em outros canais, como newsletter, Facebook e sites.

2) Foque em conteúdo de qualidade e não com propaganda

Usar apenas propagandas é um grande erro para quem deseja utilizar essa plataforma. O e-mail funciona dentro do marketing imobiliário quando você oferece conteúdos de qualidade para os seus leads, e não tenta vender a todo custo.

É preciso desenvolver de materiais de qualidade, e, mais do que isso, focados em cada etapa do funil de vendas. Por isso é essencial ter um planejamento com base nas suas listas.

3) Crie fluxos específicos para cada lista

Mais uma das dicas para usar esse tipo de estratégia dentro do marketing imobiliário é criar fluxos específicos para cada lista. Por exemplo, se você tem uma lista que acabou de captar através de um e-book sobre apartamentos na planta, é necessário criar um fluxo próprio.

Já se você tem outra lista obtida através da landing page de um lançamento, é necessário outro. A taxa de conversão quando você opta por esse tipo de abordagem é muito maior.

4) Respeite a frequência de envio

Mais uma das dicas para usar essa abordagem é se atentar a frequência de envios. Independentemente do valor do bem que você está oferecendo, tente manter ao menos um envio mensal para as suas listas. Isso ajudará a manter o nível de interesse.

Contudo, é importante tomar cuidado para não pecar no excesso. Uma imobiliária que envia 10 e-mails por semana para os leads pode ser facilmente descartada.

Saiba dosar a quantidade conforme a aceitação do seu público.

5) Atue com base em dados

Os dados são os seus grandes aliados dentro do marketing digital de modo geral. Afinal de contas, são eles que poderão apontar o caminho correto a ser seguido, e demonstrar o que está dando certo e o que precisa ser aperfeiçoado.

Por conta disso, inclusive, que você deve sempre usar uma ferramenta de e-mails. Por meio dela será possível identificar à fundo o comportamento dos seus contatos. Desde quais estão realmente ativos, abrindo os e-mails, até quais estão descartando as mensagens diretamente. Dessa forma, você consegue focar seu esforço nos locais certos.

Agora que você sabe como o e-mail marketing funciona, e de que maneira usá-lo dentro da sua estratégia para o marketing imobiliário, não deixe de colocar as dicas acima em prática. Aproveite para conferir outros posts e otimize suas ações.

Recomendo a leitura Como fazer um bom e-mail marketing imobiliário e de graça. É uma opção para quem quer dar o primeiro passo e não sabe por onde começar.

Um abraço e até a próxima.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios *