fbpx

Marketing Imobiliário: Estratégias para começar na frente

tela de um celular com marketing imobiliário

Oi Corretor, como vão as vendas por aí? Hoje vamos falar sobre marketing imobiliário, um dos temas que vocês mais gostam de ler por aqui, sabia? 

Dizem por aí que de vendedor e marketeiro todo mundo tem um pouco.

Se este dito popular for realmente verdade, você sai na frente duas vezes! 

Brincadeiras a parte, hoje eu trouxe aqui orientações para que você pratique o marketing imobiliário da melhor forma possível. 

Que tal aproveitar o bom momento que o mercado imobiliário vive para potencializar estrategicamente suas ações de marketing imobiliário e desfrutar mais e melhor deste cenário positivo? 

Como eu sempre reforço por aqui, não basta fazer ações de marketing imobiliário só por fazer, pra dizer que faz. 

É preciso que ele seja feito corretamente para que seja assertivo e realmente lhe traga o retorno esperado: vendas!

Do contrário, é só tempo, energia e dinheiro perdido. 

Aparentemente, todo corretor de imóveis e imobiliária são iguais, certo? 

Quando se trata de marketing imobiliário, definitivamente, não. 

Nem sempre fazer o que todo corretor de imóveis e imobiliária estão fazendo a nível de marketing é o ideal para o seu negócio. 

Fica aqui com a gente que o papo é longo, interessante e vai te ajudar a entender isso e muitos outros pontos cruciais para o sucesso das suas ações de marketing imobiliário. 

O que é marketing imobiliário?

Você sabe o que é marketing imobiliário? 

Marketing imobiliário são as ações de divulgação online e offline voltadas ao segmento, ao mercado imobiliário. 

As estratégias podem ter várias finalidades, objetivos finais, mas, de uma forma geral são para atrair mais clientes e gerar mais negócios: vender mais imóveis! 

Se antigamente para comprar ou vender um imovel as pessoas liam os classificados dos jornais ou entravam em contato com o número de telefone anunciado em placas nos portões dos imóveis a venda ou para locação, hoje em dia elas vão à internet.

Ainda existem sim muitas empresas que fazem marketing imobiliário também dessa forma, offline, mas hoje em dia, quase que toda a potência da divulgação para atração de clientes e geração de novos negócios está voltada ao online, via internet. 

Nós mesmos podemos comprovar isso analisando nossos comportamentos enquanto consumidores, mas, uma pesquisa realizada pela Point Bank Digital também comprova. 

De acordo com o levantamento feito por eles, 51% das pessoas descobrem novas marcas e produtos pela internet. E mais: acessando pelo celular, um outro dado importante e que vamos conversar melhor mais a frente 😉 

Os benefícios do marketing imobiliário 

Praticar o marketing imobiliário no seu negócio vai muito além do “quem não é visto não é lembrado”. 

Obviamente esse é um dos principais dele, mas, há uma série de outros impactos benéficos e que contribuem direta e indiretamente com o objetivo final que é vender mais, por exemplo: 

Cria e reforça a autoridade da sua marca

Toda empresa precisa ter presença digital, isso nada mais é do que ser encontrado na internet pelo seu potencial cliente. 

Hoje em dia isso é fundamental e está totalmente atrelado a autoridade, credibilidade e tudo mais. 

O consumidor não pesquisa só onde comprar o produto que ele deseja. Ele pesquisa também o que as pessoas que já compraram aquele produto ou serviço dizem, se recomendam, que nota dão para o atendimento, ao tempo de resposta, de entrega e tantos outros fatores de peso na decisão de compra. 

E com o imóvel não é diferente, não. 

Acelera o processo de venda

Imagina só, hoje em dia, ter que esperar alguém ler os classificados de um jornal ou passar em frente aos imóveis da sua carteira para ver a placa de vende-se ou aluga-se para entrar em contato com você. 

A velocidade das coisas iam ser infinitamente mais lentas, o que é totalmente incoerente ao cenário atual, sobretudo, durante desde que a pandemia se instalou no mundo. 

O comportamento do consumidor mudou e o tornou ainda mais imediatista e ansioso. Se tudo está, literalmente, na palma da mão, em um celular e a poucos cliques, qualquer segundo é valioso. 

A internet supre essas exigências, inclusive, de quem busca comprar ou alugar um imóvel residencial ou comercial, para temporada ou definitivo. 

É mensurável

Para mim, este é o maior e melhor benefício do marketing imobiliário digital. 

Todas as ações são mensuráveis, ou seja, você sabe onde, como e pra onde foi cada centavo investido. 

Isso te permite analisar e melhorar toda a estratégia antes mesmo dela chegar ao fim, pois, consegue identificar falhas, consertar e recomeçar tudo outra vez, quantas vezes forem preciso.  

No marketing imobiliário digital não tem dinheiro pelo ralo, não. 

Ações que não geram o resultado esperado são sempre um bom aprendizado para as próximas. 

E as dificuldades do marketing imobiliário, quais são? 

Não vou mentir pra você, não. Nem tudo são flores no marketing imobiliário. 

Há pontos que merecem atenção redobrado para que você não se frustre no final e cabe desistindo dele. 

Alta concorrência

Todo mundo já descobriu que é uma boa estratégia de marketing imobiliário, por isso, a concorrência é alta e isso exige ainda mais competência da sua estratégia. 

Pode custar alto 

O valor de investimento nas ações é uma das principais dúvidas de quem quer fazer marketing digital para sua imobiliária. 

São muitas variáveis para definir isso, mas, de uma forma geral e analisando pontualmente só a concorrência, pode ser um valor alto sim. 

Claro que o conceito de caro é relativo, mas, de uma forma geral e com base na opinião de quem faz e investe em marketing, é alto. 

Agora que você já sabe o que é, os pontos positivos e as possíveis objeções, vamos ao que interessa. 

Separei algumas ações de marketing imobiliário que você pode e deve fazer tanto em uma imobiliária, se você for o dono ou gestor de uma, quanto no seu trabalho como corretor de imóveis autônomo. 

Anota aí! 

1 – Tenha um bom site imobiliário 

Meu amigo, eu sei que você vai me dizer que tem e faz um bom trabalho legal nas suas redes sociais, que o seu Instagram tem X mil seguidores etc., mas, ressalto: 

Site Imobiliário e redes sociais são complementares nas ações de marketing imobiliário. 

Um não elimina a necessidade do outro, ok? Não esquece disso e providencia o seu agora mesmo. 

  • Ah, ter um site é caro e a rede social é de graça! 

Sei bem o quanto custa um bom site imobiliário e que muitas vezes o corretor não está no momento de fazer esse investimento, mas, hoje em dia isso não é mais um problema. 

Há inúmeras formas de você criar gratuitamente o seu próprio site, personalizado e dentro das diretrizes de SEO, com foco em atração e conversão de leads. 

Em “como-criar-um-site-imobiliario-de-graca-na-internet” tem tudo o que você precisa saber para ter um site pra chamar de seu. 

Um site bom, eficiente e de graça. Apenas com os custos de domínio e hospedagem. 

Em tempo, vale reforçar aqui o que pode ser considerado um “bom site”: 

  • Fácil de navegar – pense na usabilidade do cliente
  • Atualizado – publique os novos imóveis da carteira de imóveis e elimine os vendidos
  • Com botão para contato direto pro Whatsapp de atendimento
  • Boas fotos e descrições completas, informativas ao máximo
  • Responsivo – que funciona bem em celulares, tablets etc. 

Essas são algumas das diretrizes que você pode seguir, sobretudo, de SEO, uma das exigências do Google para melhor posicionamento orgânico no site de busca. Pense nisso! 

2 – Faça um bom trabalho nas Redes Sociais 

marketing imobiliário

Preciso dizer que não basta estar em todas as redes sociais só replicando anúncio de venda e locação de imóveis? SIM, PRECISO! 

Essa é uma das práticas mais comuns e equivocadas de quem acredita estar fazendo marketing digital estratégico por lá! 

Se você, porventura, tem bons resultados agindo assim, imagina fazendo melhor, corretamente! 

Pare de fazer por que todo mundo faz. Pare de seguir o fluxo. 

Sua empresa e sua marca são únicas e como tal merecem atuações exclusivas, com algo que só elas têm a oferecer. 

O conteúdo compartilhado nas redes sociais da sua imobiliária podem e devem seguir esse caminho. 

E não estou te dizendo para reinventar a roda ou redescobrir a luz elétrica. 

Um bom arroz com feijão bem feito vale muito e pode dar muito mais certo do que inúmeras estratégias mirabolantes. 

Mas, ressalto: bem feitos. Até o básico precisa ser bem feito. Aliás, essa é premissa básica para dar um passo adiante em qualquer ação, eu acredito. 

  • Tô fazendo o básico bem feito? 
  • Sim? Então é hora de avançar, inovar, ousar. 
  • Não? Vou organizar tudo isso aqui, então. 

A partir disso, ficam as dicas: 

  1. Organize seus conteúdos;
  2. Programe suas postagens. Use o Mlabs para isso 😉 
  3. Dedique-se aos seus anúncios
  4. Mas não se limite a eles como conteúdo. Diversifique compartilhando informação importante pro seu potencial cliente: financiamento, decoração, notícias do mercado, dos bairros em que atua etc.  
  5. Capriche das fotos. 
  6. Com base nessas dicas, indico a leitura de alguns conteúdos referente a isso aqui no blog: 

Acabando aqui, corre pra eles que você vai curtir e tirar bom proveito, tenho certeza!

3 – E-mail marketing imobiliário

Está aí uma das mais eficientes ferramentas de vendas de imóveis que eu poderia indicar por aqui. 

Crie o hábito, coloque na sua rotina e estratégia de marketing imobiliário, o envio semanal de emails marketing imobiliários. 

Mas não é qualquer e-mail, não. São e-mails pensados e desenvolvidos para cada grupo de cliente, com layout bem feito, uma bela e atraente seleção de imóveis dentro do perfil deles e tudo mais.

É isso que um bom email marketing deve ter!

A dica valiosa aqui é a segmentação da lista de contatos. 

Quanto mais segmentada essa lista for, mais assertiva ela será e maiores são as chances de conversão. 

E isso é simples: 

  • E-mails com anúncios de casa com quintal e garagem para quem procura casa com quintal e garagem. 
  • E-mails com anúncios de casa com quintal e garagem para quem procura casa com quintal e garagem. 

Não tem segredo. Não tente “empurrar” imóveis fora do perfil do cliente, na teoria do “Vai que?!?!”, principalmente por e-mail. 

Você corre sérios riscos de ser bloqueado, marcado com spam e o pior, criar uma visão ruim do seu trabalho, de que você não o ouviu, não deu atenção ao que ele disse que buscava como ideal para ele etc. Pense nisso! 

Ser assertivo é poupar o tempo do cliente e o seu também 😉 

Claro que tem conteúdo aqui no blog só sobre isso pra te ajudar a fazer o melhor e mais eficiente email marketing do mundo 😉 

Um deles é esse aqui: O poder do e-mail marketing imobiliário para vender mais

4  – Crie iscas digitais

íma na mão de uma pessoa

Esse é um trabalho muito bacana e requer um pouco mais de estratégia, cuidado na elaboração da isca, mas, é uma ótima ação de captação de leads qualificados, os contatos mais quentes. 

Iscas, como o nome insinua, são materiais que para serem consumidos, para o cliente ter acesso, é preciso deixar os dados de contato: nome, email, telefone… 

Quando é algo do real interesse dele, o cliente, quase que intuitivamente, compartilha seus dados. 

Com isso, você cria uma base de leads mais qualificados para nutrir e conduzir no funil de vendas, respeitando cada etapa dele nessa jornada.

Geralmente, são leads no Topo ou Meio de Funil, em fase de pesquisa e aprendizado, que buscam por informações mais completas como: 

  • Como comprar meu primeiro imóvel
  • Financiamento imobiliário: tudo sobre a parte burocrática
  • Imóveis na planta ou pronto pra morar: o que é melhor pra mim? 
  • Planejamento Financeiro: como me organizar pra sair do aluguel 

Todos esses assuntos são exemplos de temas que podem ser tratados a fundo em um ebook e oferecidos como isca digital para o seu potencial cliente. Fica a Dica! 

5 – Invista em anúncios patrocinados

Lembra o que eu disse inicialmente sobre a possibilidade do marketing imobiliário ser caro? 

Então, as ações de cunho orgânico, gratuitas e que têm como objetivo alcançar resultados sem investimento dão certo, mas, fatalmente, em dado momento, precisarão de um empurrãozinho para alavancarem de verdade, expressivamente. 

E isso é uma prática comum e muito eficiente do mercado, por isso também, acaba sendo “caro”. 

Recomendo, em especial, o investimento em Google Ads. Para isso, recomendo um profissional no assunto ou, se você é daqueles que põem a mão na massa mesmo, que estude bem a estratégia. 

Ela requer conhecimentos bem mais técnicos que o Instagram Ads e Facebook Ads, por exemplo. 

Por falar neles, vale muito a pena investir no impulsionamento de algumas publicações nas redes sociais. 

Você pode começar direto das plataformas, pelos botões e convites de “impulsione essa publicação” e ir aperfeiçoando gradativamente, até criar campanhas 100% segmentadas e de acordo com a sua estratégia por um Gerenciador de Anúncios.  

A dica aqui é: em terreno desconhecido, pise devagar. Vá com calma! 

Investimentos menores a nível de teste, acompanhamento e análise de resultados periódicos. 

5 – SMS e Push Notification 

The Art of Push Notifications. That time when your phone buzzes… | by  Pankaj Nathani | VersionN Studios | Medium

Lembra do SMS, aquelas mensagens curtas que recebemos pelo celular? 

Elas ainda funcionam muito bem, viu? E vale o teste pra saber se é ou não um bom canal com o seu cliente. 

Tem empresas que vendem pacotes de envios com preços acessíveis. 

Pesquise melhor na internet, até mesmo na sua operadora de telefonia, e faça alguns testes. Analise e mensure.

Os Push Notifications são uma versão mais moderna deles e, geralmente, o receptor precisa autorizar o recebimento deles em seu celular. 

É uma estratégia muito bem feita, por exemplo, pelo Ifood, Uber, Casas Bahia e empresas que são um verdadeiro sucesso nas suas ações de marketing. E, claro, ótimas inspirações. 

Se você tem o app do Ifood, por exemplo, vira e mexe recebe uma mensagem curta e bem atraente no seu celular. 

Repare como elas são estratégias em conteúdo, horário de envio, copy – persuasivas e instigantes a fazer um lanche no meio da tarde, pedir uma pizza no final de um dia cansativo de trabalho, sair da dieta na sexta -feira à noite e por aí vai. 

A dica aqui é se atentar para a sua persona e, se possível, testar mais este canal de comunicação com o seu potencial cliente. 

Um convite para uma visita a um imóvel dentro do perfil dele ou a um apartamento decorado no bairro em que ele procura, podem ser ideias de push para os seus clientes. Vale o teste. Sempre! 

Procure plataformas e os de pacotes de envio de push, assim como os SMSs. Tem muitas e é bem tranquilo encontrar.  

6 – Mensure tudo!

marketing imobiliário

Uma estratégia de marketing imobiliário sem análise de resultados é como ir a um destino sem a ajuda de um GPS. 

Você corre sérios riscos de se perder e até mesmo de não chegar ao seu destino, certo? 

E o poder de mensurar, o acesso absoluto dos dados de todas as ações é o que tem de mais legal e positivo no marketing digital. 

Nas redes sociais, elas mesmas já oferecem os resultados de cada ação, post, publicação, anúncio realizado. De forma gratuita. 

É só puxar o relatório, sentar e analisar 😉

Mas, você também pode potencializar isso e unificar as métricas de outros canais como o site, um blog etc, pelo Google Analytics. 

É do Google (garantia de qualidade e eficiência!) e gratuito. Explore essa ferramenta que ela será muito útil nas suas ações de marketing imobiliário. 

Em 5 ferramentas grátis para usar no marketing imobiliário falo dela e de algumas outras ferramentas muito bacanas que podem te ajudar muito em todo o planejamento de marketing. 

Tem ferramentas de criação de arte e designer, criação de link direto pro WhatsApp e pesquisa de palavras chaves também. Passa lá! 

O mundo do marketing imobiliário é, realmente, infinito em oportunidades, rico em estratégias e com um potencial imensurável de te ajudar a vender mais. 

É um assunto que nem um livro comportaria toda a sua proporção, por isso, aqui, listei as ações mais pontuais, práticas e que você pode fazer “sozinho”, se este for o seu perfil, é claro. 

Lembre-se que o seu negócio é vender imóvel e isso eu sei que você faz bem. Se preciso, sempre que for possível, terceirize serviços. 

Encare isso como investimento e não , ok?

No mais, me conta como está o seu marketing imobiliário. Quais dessas ações você faz ou irá fazer? 

Não deixe de compartilhar com a gente a sua opinião, dúvidas e experiências! 

Grupo vip para imobiliárias e corretores autonomos.

Bons negócios. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimente por 15 dias grátis!
Sem nenhum tipo de cobrança.

    Suas informações estão seguras.