• Gestão Comercial
  • Gestão imobiliária: como controlar os gastos e manter o controle da minha imobiliária

Gestão imobiliária: como controlar os gastos e manter o controle da minha imobiliária

Gestão imobiliária: como controlar os gastos e manter o controle da minha imobiliária

Oi Corretor, como vai? Dizem por aí que uma empresa é reflexo da sua gestão, então, me diz: como está a sua gestão imobiliária? 

O sucesso de uma imobiliária vai muito além do seu volume de vendas, é preciso saber gerir o seu negócio, principalmente, a parte financeira dele. 

De nada adianta você e o seu time de corretores de imóveis venderem bem, baterem as metas e tudo mais, se na hora de gerir o dinheiro que entra há falhas e um descontrole. 

Gestão imobiliária não é um assunto novo por aqui! 

Em “Gestão Imobiliária: os desafios de ter um bom time de corretores de imóveis“, falamos sobre uma vertente importantíssima na gestão imobiliária que é a mão de obra.  

Formar e manter um time não é tarefa fácil e assunto que merece atenção especial quando se trata de gestão imobiliária. Dica de leitura pra você também. 

Hoje, vamos bater um papo sobre outra etapa relevante – talvez uma das mais importantes – na gestão imobiliária: as finanças. 

Trouxe 3 pontos de atenção e boas práticas para você inserir na sua gestão imobiliária:  

1 – Organizar o seu fluxo de caixa: 1 passo na gestão imobiliária 

Este é o primeiro passo para uma boa gestão financeira da sua imobiliária. 

Organizar o dinheiro que entra e sai da sua imobiliária, os recorrentes como os de administração de alugueis e os pontuais de vendas de imóveis.  

E todo o dinheiro que sai também com as contas fixas – aluguel do ponto comercial, internet, luz, água, e os sazonais. Entrou, registrou. Saiu, registrou!

Esta prática exige muita disciplina, mas, contribui significativamente com a saúde financeira do seu negócio. 

É melhor maneira de você mapear os seus ganhos e perdas de dinheiro, podendo então, agir, elaborar estratégias, metas de vendas e planos de investimentos futuros mais seguros. 

Segurança financeira em um mercado oscilante como o imobiliário, somente com uma boa gestão imobiliária. 

2 – Equilibrar a entrada e saída de dinheiro

Com o fluxo de caixa da imobiliária sendo registrado corretamente, o cenário vai se apresentando, mostrando pontos positivos e pontos a serem melhorados. 

Ou seja, você colhe os dados, analisa e, uma vez identificados os pontos de melhorias, traça planos de ação para que isso aconteça. 

Em outras palavras, é: vejo quanto entra de dinheiro, de onde ele vem e pra onde ele vai. O que traz mais renda para imobiliária e com o que gastamos e equilibrar isso. 

Como citei anteriormente, o mercado imobiliário é muito vulnerável ao cenário econômico do país, são muitos altos e baixos e, somente com um planejamento financeiro feito através de uma boa gestão imobiliária, é possível diminuir os possíveis impactos ruins de uma crise ou fases de baixa. 

3 – Faça um Fundo de Reserva

E, por falar em tempos de crises e baixas nas vendas, o que infelizmente é normal na trajetória de uma imobiliária, para enfrentá-los com calma somente com um fundo de reserva. 

Do contrário, você é pego desprevenido, os impactos são maiores do que poderiam ser e as chances de sequelas – dívidas sem fim – ou até mesmo o fechamento são grandes. 

Você sabe o que o Fundo de Reserva?

Fundo de Reserva é como uma poupança, um dinheiro que você guarda mensalmente para enfrentar períodos como falamos recentemente: baixa nas vendas e crises financeiras. 

Economistas orientam que o uso do Fundo de Reserva serve justamente para que não cheguemos na fase crítica, então, deve ser usado antes de virar uma bola de neve irreversível. 

Você destina uma quantidade dos seus ganhos para atravessar esses períodos com mais tranquilidade. 

Em resumo, para uma boa gestão financeira da sua imobiliária, você precisa: 

  1. Registrar o que entra e sai de dinheiro;
  2. Analisar esse filho e identificar o que precisa de equilíbrio
  3. Traçar estratégias para alcançar o equilíbrio até criar e manter um fundo de reservas. 

Claro que não é do dia pra noite, mas, é preciso dar o primeiro passo e gerir de forma correta a sua imobiliária para que ela seja, de fato, um bom negócio. 

Sem isso você corre o risco de estar ‘empatando’ o jogo ou até mesmo perdendo dinheiro e não enxergar. E, muito tempo sem enxergar isso pode ser fatal! 

Você tem alguma dica legal sobre gestão imobiliária que queira compartilhar? Divide com a gente! 

Bons negócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimente por 15 dias grátis!
Sem nenhum tipo de cobrança.

    Suas informações estão seguras.

    Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo.

    Sair da versão mobile