Marketing Imobiliário: 5 coisas que você NÃO deve fazer na sua imobiliária

Oi Corretor de Imóveis. O assunto hoje é marketing imobiliário e eu sei que você adora!

Acredito que você já sabe bem o que fazer neste sentido, mas, o que você NÃO deve fazer no marketing da sua imobiliária, você sabe?

Dos inúmeros erros, equívocos e práticas ruins que acontecem por aí, separei 5 pra você prestar bem atenção e não fazer de jeito nenhum, combinado?

Antes de mais nada, vale ressaltar a maior de todas as dicas neste sentiddo:

NÃO faça marketing imobiliário porque todo mundo está fazendo!

Já dizia sua mãe: você não é todo mundo! Brincadeiras a parte, é verdade que a grande maioria, quase todo mundo mesmo, está investindo em marketing na sua imobiliária para vender mais imóveis.

Acontece que, como eu falo sempre por aqui e não me canso de repetir, marketing imobiliário vai muito além das redes sociais e impulsionar uma publicação clicando no botãozinho que o próprio Facebook, por exemplo, disponibiliza.

Marketing imobiliário é sério e pode ser muito mais complexo do que você imagina, ou seja, precisa ser feito por quem realmente entende do assunto para que traga os resultados esperados.

Do contrário, você correr grandes riscos de jogar tempo e dinheiro pelo ralo e se frustrar com essa incrível ferramenta de gerar negócios que é o marketing.

Quer mesmo vender mais imóveis com a ajuda do marketing imobiliário?

Procure saber direitinho por onde começar e faça bem feito.

Em “Guia completo para começar com o Marketing Imobiliário” tem um roteiro bacana sobre isso pra você. Leitura obrigatória, hein?!?!

Vamos as dicas!

5 dicas do que não fazer no seu marketing

Dica 1 – Não ter uma persona bem definida

Um dos grandes erros no marketing imobiliário é não ter uma persona bem definida, isso significa que você não sabe com quem você deseja se comunicar e impacta diretamente em toda a estratégia de marketing da sua imobiliária.

O primeiro e mais importante passo no marketing imobiliário é definir a nossa persona, quem é o nosso cliente ideal para, então, traçar um plano de comunicação adequado a ele.

Se você tem dúvidas sobre persona e público alvo, leia “Como criar uma persona no Marketing Imobiliário“.

Dica 2 – Não seja inconveniente. Cuidado com o volume de ações!

Um outro erro muito comum em marketing imobiliário é sair “atirando pra tudo que é lado” e colocando em prática todas as ações de marketing possível juntas, de uma única vez, pra todas as personas e públicos do mundo.

Calma! Que estratégia é essa que se comunica com todo mundo ao mesmo tempo?

São muitos os caminhos a seguir no marketing imobiliário, você pode sim unir forças e agir em ações simultâneas, mas, o recomendado é ter uma para cada persona, por exemplo:

Email marketing para trabalhar os lançamentos imobiliários para um lista de clientes investidores.

Divulgação na lista de transmissão do WhatsApp de um feirão com imóveis Minha Casa, Minha Vida.

Quando você atinge seus clientes por todos os canais de comunicação com ele, dependendo do seu momento na jornada de compra, pode saturar essa relação que deve ser construída gradativamente, respeitando cada etapa dessa jornada.

Dica 3 – Não segmentar a lista de contatos

E por falar em email marketing e lista de transmissão do WhatsApp, tem um erro que pode ser fatal nisso: não segmentar as listas de contatos.

Quando você não separa os clientes por nichos nas ações de marketing imobiliário, ou seja, pelo o que eles buscam você corre inúmeros riscos que vão além de perder o cliente de vez, que são:

  • Passar sensação de desorganização
  • De falta de profissionalismo
  • E até incompetência, afinal, não foi sobre esse tipo de imóvel que cliente conversou com você.

Então, não mande emails marketing em massa pra toda a sua lista de contatos.

Faça listas de clientes e potenciais clientes separadas por tipologia de imóveis:

  • 1 dormitório
  • Casa com piscina
  • 2, 3 dormitórios
  • Salas comerciais
  • Imóveis na Planta
  • Casa Verde Amarela – antigo Minha Casa, Minha Vida.

Feito isso, crie emails/conteúdos exclusivos para cada grupo e se comunique com eles.

Dá mais trabalho sim, mas, é mais assertivo e eficiente também. Pense nisso!

Dica 4 – Não tente só vender nas redes sociais

Um erro muito comum é fazer postagens somente de vendas, chega um hora que cansa né?

Você precisa levar outros conteúdos que estão relacionados com o produto que oferece e alinhado com sua persona.

Além disso faça variações do tipo de conteúdo, não somente aquele mesmo padrão de foto e texto, foto e texto, foto e texto… trabalhe com vídeos, carrosséis de imagem, stories.. pense fora da caixa!

Pense no seguinte, se você quer engajar sua audiência, mostrar autoridade, postar somente foto de imóvel com descrição não vai dar certo, ok? Anota essa.

Dica 5 – Não mensurar suas ações de marketing

Um dos maiores benefícios do marketing digital imobiliário é poder acompanhar tudo de perto: se vai bem, mal, se precisa de mais investimento, se é melhor pausar uma campanha, ocultar um post equivocado etc.

Cada passinho dado no marketing digital pode ser analisado e é só assim que você consegue entender o que está dando certo e o que não está te trazendo o retorno esperado.

Há ferramentas para todo o tipo de análise no marketing imobiliário, em especial, de investimento financeiro. Você consegue saber pra onde vai cada centavo do seu dinheiro investido em marketing.

E é isso que deve ser feito periodicamente!

Ações de marketing só são de fato eficientes se acompanhadas de perto e analisadas para sabermos se, de fato, trouxe o resultado esperado, atingiu as metas pré estipuladas e tudo mais.

Há muitos casos em que as campanhas parecem estar dando super certo e na ponta do lápis não estão, não. Fique muito atento a isso!

Algumas indicadores que você precisa acompanhar

  • Métricas do desempenho da suas campanhas (CPL, CTR, Taxa de conversão da página)
  • Métricas de conteúdos (quais conteúdo tem mais salvamento, mais engajamento, isso indica o tipo de conteúdo que está alinhado a sua audiência)
  • Métricas do seu site (página mais visitada, imóvel que mais converte, origem dos seus acessos)

Essas são apenas algumas métricas bases, tem muito mais coisa para acompanhar, mas já se atentando nisso já é um ótimo começo.

Concluindo…

Essas são 5 erros comuns e que podem ser fatais na sua estratégia de marketing imobiliário.

Se atente a elas para não cometê-las. Como sempre falamos por aqui, com a correria do dia a dia é fácil cairmos no automático e deixarmos algumas boas práticas de fora e, quando lemos conteúdos como este, despertamos para isso.

Por isso, compartilhe nossos posts com seus colegas de profissão e com o seu time de corretores. Eles podem estar precisando de gatilhos como este.

Bons negócios!

Uma resposta para “Marketing Imobiliário: 5 coisas que você NÃO deve fazer na sua imobiliária”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimente por 15 dias grátis!
Sem nenhum tipo de cobrança.

    Suas informações estão seguras.
    Sair da versão mobile