Marketing imobiliário: 6 erros que o corretor comete ao enviar e-mail ao cliente

Um dos principais meios de comunicação e de marketing imobiliário do corretor de imóveis exige cuidados.


Até o tão rotineiro e-mail merece um cuidado especial quando estamos falando de relacionamento comercial.

É na sua caixa de e-mails que chegam os contatos vindos do seu site, dos portais imobiliários e demais canais online de anúncios de imóveis. O início de muitas transações imobiliárias começa por aí: via e-mail.

O uso indevido do e-mail tende a refletir negativamente em todo o processo de relacionamento com o cliente e, claro, de sucesso nos negócios.

Enumerei 6 erros que o corretor de imóveis comete ao trocar e-mails com o cliente e que, por experiência própria, são fatais.

 

1.Identificação imediata

Como seu e-mail aparece na Caixa de Entrada do seu cliente? É importante que você se atente a isso para que a identificação do seu e-mail seja imediata.

A forma que eu considero ideal para isso é seu nome e o da sua imobiliária, por exemplo:

 

De: Letycia da Microsistec  –  Aptos 3 dorm em Moema, SP.

No Gmail, você pode configurar isso facilmente. O caminho é:

 

Vale ressaltar que esta é uma boa prática para contatos por e-mails com os seus clientes, aqueles que já fizeram algum contato com você e com a imobiliária. Para envio de e-mail marketing, o ideal é que você utilize o somente o seu nome.

Negócios são feitos entre pessoas, por isso, o e-mail marketing deve ser de pessoa para pessoa, de Letycia Queiroz para João da Silva, ficou claro?

 

2. Assunto do e-mail:

Este campo no e-mail é um resumo do seu conteúdo. Como um alerta, deve ser escrito com este objetivo: despertar o interesse do cliente para que ele abra e leia o seu e-mail.

No caso do retorno de um contato via site, portais imobiliários etc, o cliente, geralmente, já insere um assunto quando preenche um cadastro. Nestes casos, mantenha o título do assunto usado pelo cliente.

Quando o campo ‘assunto’ estiver em branco, seja claro e objetivo. A dica aqui é utilizar frases com até 70 caracteres.

Desta forma, todo o título do assunto fica aparente na caixa de e-mail do cliente.

3. Linguagem Adequada

Tem corretor de imóveis que vai tão direto ao assunto que esquece até do ‘bom dia’ e do ‘obrigada’. Lembra o que eu disse sobre entrar no ‘modo automático’? É isso!

Ser cordial por e-mail é tão importante quando pessoalmente. É fundamental iniciar uma comunicação com o cliente com gentileza. Isso gera empatia e reciprocidade do cliente, impactando diretamente na sua relação com o cliente.

Em 5 falhas fatais no 1° Atendimento ao Cliente falei mais sobre Rapport, uma técnica que pode e deve ser inserida nos seus atendimentos. Seja por telefone, pessoalmente ou por e-mail.

 

4. Erros de português

Atentem-se a sua escrita e os erros de português. Escrever errado não é legal.

Na dúvida, conte com o Google e um site confiável de gramática 😉

 

5.Não se torne um SPAM

Evite enviar muitos e-mails para o cliente. Isso pode confundir e atrapalhar o cliente nas suas análises.

Seja eficiente e otimize o tempo do cliente. Envie os links com as sugestões de imóveis de forma organizada e, se possível, em um único e-mail.

Quando o cliente tem mais de uma preferência de bairro para comprar o imóvel, o leque de opões fica maior em todos os sentidos.

Sugiro que você divida as sugestões por bairros, por exemplo:

 

Casas e apartamentos em Moema, SP.

  1. Sugestão 1

  2. Sugestão 2

  3. Sugestão 3

 

Casas e apartamentos em Santo Amaro, SP.

  1. Sugestão 1

  2. Sugestão 2

  3. Sugestão 3

 

Se o cliente só quer imóveis em um determinado bairro, separe por modelo ou por ordem de valores:

Casas em Moema, SP

  1. Sugestão 1

  2. Sugestão 2

  3. Sugestão 3

 

Apartamentos em Moema, SP.

  1. Sugestão 1

  2. Sugestão 2

  3. Sugestão 3

 

Ah, não envie 10 sugestões de imóveis para o cliente de uma única vez. Procure ser o mais assertivo possível e seleciona as 5 melhores opções da sua carteira.

Se necessário, em um próximo contato, envie outra arremessa de sugestões. Assim como a quantidade de e-mails, muitas opções tendem a confundir o cliente e atrapalhar as suas análises.

 

6. Assinatura de e-mail

Um e-mail sem assinatura fica pouco corporativo. Crie e insira uma assinatura para os seus e-mails com a logomarca da imobiliária e seus meios de contatos:

 

  • Telefone comercial;

  • Telefone Celular;

  • WhatsApp;

  • Redes Sociais da imobiliária;

  • E endereço da imobiliária.

 

As Redes Sociais podem conter links que levam direto para os seus respectivos canais. Basta configurar no seu e-mail.

A minha assinatura de e-mail tem a minha foto. Um padrão aqui na Microsistec para que os nosso clientes e leitores saibam com quem estão se relacionando. Fica a seu critério 😉 Esta é também uma forma de você cuidar da sua imagem como corretor de imóveis.

Faça bom uso do seu e-mail e não se esqueça que ele é também uma importante ferramenta de vendas.

 

Sistema imobiliário

Letycia Queiroz

Marketing de Conteúdo em Microsistec
Jornalista heavy user de internet, é viciada em pizza, apaixonada por chocolate e por todos os cachorros do mundo.
É filha de Corretora de Imóveis e tem a sua mãe como persona (e inspiração!) principal para os seus textos.

2 Comments

  1. Jose M Cavalcante

    Ótimas sugestões. Evidentemente ninguém gosta de receber e-mail com dissertação repetitiva e histórico grande é bom que se resuma e que tenha o contende ao levar ao cliente o verdadeiro conteúdo do empreendimento. Não uso a minha foto em meus e-mail vou colocar.

    • Letycia Queiroz

      Oi José. Como vai?
      Que bom que você gostou das orientações.
      Coloca a sua foto sim. É uma iniciativa bem legal. Aqui funciona super bem!
      Abraço.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios *