O que fazer na minha imobiliária em tempos de crise?

Tempo de leitura: 5 minutos

O mercado imobiliário já passou por vários momentos de crise. E saber aplicar o Marketing Imobiliário nesses períodos de dificuldades é um dos fatores determinantes para as imobiliárias que desejam sobreviver bem como obter resultados mais consistentes no futuro.

A verdade é qualquer instabilidade econômica assim como outros fatores podem afetar diretamente o setor de imóveis. Por isso, quem atua na área precisa saber como lidar com essas situações de maneira positiva, transformando o que seria em uma “sentença” para muitos, em verdadeiras oportunidades de negócios.

E se este é o seu objetivo, então continue lendo esse post e confira algumas estratégias que separamos para você colocar em prática em tempos de crise.

Renegocie valores com os proprietários

Nesse momento poderão aparecer grandes oportunidades, dessa forma se você trabalha com imóveis de terceiros, será uma boa hora para contatá-los.

Verifique se os imóveis ainda estão disponíveis, se houve alteração de valores e do imóvel em si, aproveite para renegociar os valores de comercialização dos imóveis.

Com o baixo volume, poderá aproveitar o tempo ocioso para atualizar seus imóveis e negociar com os proprietários.

Avalie os melhores canais de investimento e mantenha o foco nos clientes

Em momentos de crise as suas ações de marketing imobiliário devem ser ainda mais assertivas. Esse não é o momento de ficar investindo naquilo que você não ter certeza.

Por isso, antes de investir qualquer recurso, seja para divulgação dos imóveis da sua carteira Ou até mesmo para captação de clientes, faça uma avaliação detalhada.

Verifique realmente quais as opções que podem gerar os melhores resultados, tanto nesse momento, mas a médio e longo prazo quando a segurança e confiança das pessoas retornarem.

Além disso, é importante que as suas estratégias de marketing imobiliário foquem totalmente nos clientes. É esse tipo de foco que ter ajudará a fechar negócios nesse momento, mas, também, no futuro.

Crie estratégias que possam lhe ajudar a condicionar o cliente na jornada de compra. Mostre a ele que esse momento de crise, apesar de difícil, representa oportunidades para quem investir em imóveis.

Isso porque, depois desse tipo de período sempre há um crescimento, tanto na demanda por imóveis como nos valores. Ou seja, ele pode ter uma excelente valorização a médio e longo prazo.

Acompanhar os processos e otimizá-los é uma boa estratégia para sobreviver em tempos de crise

As pessoas tendem a continuar comprando em época de crise, mesmo que em um volume menor. Contudo, para isso você precisa dar ainda mais atenção a todos os processos do seu negócio. Principalmente no que diz respeito ao atendimento dos clientes.

É preciso ficar de olho para otimizar frequentemente os processos na hora de negociar. Saber como negociar e encantar as pessoas fará toda a diferença para fechar mais negócios. Principalmente nesse momento de crises.

Use métricas para saber em que etapas as pessoas estão estagnando e elabore ações com base nessas informações.

Por exemplo, se você percebeu que muitos clientes estão parando de responder depois de ver o valor do imóvel, que tal elaborar campanhas para divulgar as possibilidades de financiamento?

Além disso, não deixe sempre de prezar pela personalização dessa experiência. Mais do que nunca o cliente precisa sentir que a sua imobiliária está realmente preocupada em oferecer uma proposta que caiba no orçamento dele, mas que também atenda às necessidades.

Então não deixe de fazer esse monitoramento e de centralizar tudo isso em um único lugar. Assim, toda a equipe poderá trabalhar de forma mais alinhada, uma vez que todos estão em sintonia, sabendo exatamente onde cada cliente se encontra.

Manter uma relação mais próxima com clientes e proprietários para melhorar o engajamento

Um dos maiores erros que qualquer empreendedor do ramo imobiliário pode cometer é se afastar de clientes e proprietários durante o tempo de crise. Isso porque, você pode perder grandes oportunidades de negócio por conta disso.

É preciso ter em mente que a maior diferença dos consumidores em tempos de crise é que eles pensam mais antes de tomar qualquer decisão que envolva dinheiro. Logo, manter o engajamento em tempos como esse é ainda mais desafiador.

E aqui uma das chaves para garantir o sucesso das suas estratégias de marketing imobiliário é manter uma relação mais próxima com os seus clientes. Hoje, existem várias ferramentas que podem ser usadas nesse sentido, como, por exemplo, o Whatsapp.

Que tal, por exemplo, elaborar campanhas focadas em mostrar diferentes tipos de financiamento que o consumidor pode fazer, ou até mesmo empreendimentos na planta que costumam ter condições mais acessíveis.

Além disso, é importante se manter atualizado sobre os interesses dos clientes. Não custa nada, por exemplo, mandar mensagens perguntando como anda a procura deles por imóveis, ou até mesmo as especulações de cada um sobre o mercado.

Independentemente da abordagem, o foco aqui é se manter próximo dos clientes para que seja possível manter o engajamento.

Entenda que depois de uma crise vem o crescimento e as pessoas sempre buscam quem tem referência

Os consumidores realmente ficam mais cautelosos em momentos de crise. Mas, eles também ficam de olho constantemente no mercado.

Se eles percebem que alguma imobiliária deixou eles de lado, ou até mesmo acabou encerrando negócios para se proteger (de forma incorreta) dos efeitos da crise, eles com certeza irão lembrar disso depois.

Logo, é importante que o seu marketing imobiliário também foque em construir uma identidade mais sólida durante o período de crise. Pense no tipo de imagem que você deseja passar para seus clientes nessa fase.

Você quer que eles te encarem como uma autoridade do mercado. Mesmo durante um momento difícil para todos, a sua imobiliária soube como lidar com as dificuldades e oferecer o melhor para os proprietários.

Crie campanhas de marketing imobiliário que ressaltem os valores e a missão da sua empresa.

Uma boa dica, por exemplo, é disparar campanhas que não tenham relação direta com negócios, mas, com a preocupação que a sua imobiliária tem em oferecer suporte para todos durante esse período de dificuldades.

É como muitos empreendedores dizem:

“Aqueles que conseguem vencer e se fortalecer em momentos de crise, saem dela ainda mais fortes”.

Quando o mercado de imóveis voltar a se aquecer, grande parte do trabalho de captação, encantamento e conversão já terá sido feito. E nesse momento pós-crise, as pessoas já terão o seu negócio como referência.

Consequentemente, as chances de você obter mais negócios através do marketing imobiliário são bem maiores.

Conclusão

Escolher como você vai encarar uma crise é determinante para o seu negócio. Apesar de fatores como a estabilidade da economia não serem controlados pelo seu empreendimento, outros podem.

O modo como você lida com os clientes durante esse tipo de situação, por exemplo, fará toda a diferença para o fechamento de negócios futuramente. Além disso, é preciso pensar na captação.

Esse pode ser o momento ideal para conseguir oportunidades ainda mais promissoras para o seu negócio. Por isso, não deixe de contar com o Marketing Imobiliário para garantir um enfrentamento que gere resultados positivos.

Recomendamos alguns artigos que podem te ajudar com isso:

Como fazer um bom e-mail marketing imobiliário e de graça

Como minha imobiliária deve começar nas redes sociais

Como avaliar o desempenho da minha imobiliária, ele está bom?

Marketing digital Imobiliário: Porque meus anúncios não trazem resultados?

 

Até a próxima!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios *