Quanto ganha um corretor de imóveis

Tempo de leitura: 2 minutos

Quanto ganha um corretor de imóveis é a pergunta mais frequente feita por quem deseja ingressar no mercado imobiliário.  


O corretor de imóveis é comissionado por suas vendas, este valor é variável e vai de acordo com o que diz a lei e o CRECI de cada região, além dos moldes de trabalho de cada profissional.

 

Quando se trata de um corretor de imóveis autônomo, que trabalha sozinho, toda a comissão da venda ou locação de um imóvel é dele.

 

Quando este corretor faz parte de um equipe de profissionais de uma imobiliária a comissão é compartilhada com a imobiliária.

 

E, cada imobiliária determina o valor comissionado para os seus corretores e a participação deles na venda ou locação.  

 

Tem o corretor responsável pela captação do imóvel, por exemplo.

Quando o imóvel é vendido, o corretor que o captou e trouxe ele para a carteira de imóveis da imobiliária, também tem participação na venda, logo, recebe um comissionamento por isso.

Bem menor, naturalmente, mas recebe. Além do corretor que fez toda o trâmite para que a venda saísse.  

Em tempo, vale ressaltar que todos os comissionamentos são retirados de uma única comissão.

Por exemplo, em São Paulo, a comissão do corretor de imóveis para vendas é de 6%, conforme orienta o CRECI – SP.

Em uma venda realizada pela imobiliária, destes 6%, a imobiliária determina o valor da comissão do corretor 30%, 40%…

Enfim, o acordado entre eles. Assim como o valor do comissionamento para o captador do imóvel.  

Está aí uma das diferenças entre o corretor de imóveis autônomo e o corretor de imóveis de uma imobiliária.

Em meio a todos os atrativos que a profissão tem, como a flexibilidade de horários permitindo uma melhor e maior qualidade de vida, a remuneração do corretor de imóveis é o que mais atrai no mercado imobiliário.  

É  por essas e outras que o quanto ganha um corretor de imóveis é muito variável. 

 

Tudo vai depender do quanto ele vende e o que o seu CRECI e imobiliária em que trabalha estipula.

 

Assim com todo profissional que tem sua remuneração, o seu salário do mês de acordo com as suas vendas, é preciso ter além de controle financeiro, um lado motivacional muito bem trabalhado.  

A remuneração com base em resultados que são ‘computados’ somente quando a venda é concretizada é, para muitos, algo desafiador e estimulante.

Mas, dependendo do seu estilo de vida, uma lacuna entre você e a profissão corretor de imóveis.

Em Comissão do Corretor de Imóveis: como funciona falei mais a respeito.  

 

 

E você também se sente atraído pela profissão com base nas possíveis comissões?

Este é um bom começo para saber se você tem perfil ou não para ser um corretor de imóveis de sucesso.

casos de sucesso marketing imobiliário

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios *