Quero ser corretor de imóveis, por onde eu começo?

Quero ser corretor de imóveis! Se você está decidido a ingressar no mercado imobiliário como um promotor de transações imobiliárias, tem um caminho a seguir.


E é sobre isso que vamos falar aqui!

A profissão corretor de imóveis tem atraído cada vez mais membros. Seja por ser repleta de pontos positivos como,a flexibilidade de horário permitindo conciliar com as atividades da vida pessoal ou por ser uma área sem restrições de idade, sexo e experiência.

A profissão é tão bacana que profissionais com formação de outras áreas migram para a corretagem de imóveis e se apaixonam, empregando seus conhecimentos e experiência a profissão de corretor de imóveis e se destacando no mercado.  

 

Mas, eu ouvi um “- Quero ser corretor de imóveis!”. Então, vamos lá!

Partindo da premissa que você, ao decidir ingressar na área e se tornar um profissional, pesquisou a fundo todos os prós e ‘contras’ da vida e rotina de um corretor de imóveis.

Como em todo e qualquer segmento, nem tudo são flores. Acredito que o ideal é saber lidar e contornar os imprevistos, chateações e tudo mais que você não considerar positivo.

 

Por onde começar?

Para ser um corretor de imóveis e atuar profissionalmente na área é preciso ter um registro profissional, o CRECI.

Trata-se de um documento emitido pelo Conselho Regional dos Corretores de Imóveis que certifica as suas competências para intermediar transações imobiliárias.  

 

Mas, como tirar o CRECI?

Você precisa concluir um curso Técnico ou Tecnólogo de Transações Imobiliárias em uma das instituições certificadas pelo CRECI. Para cursá-lo, é preciso ter o 2º grau completo e ter maioridade.   

 

Depois é só vender imóveis? NÃO, definitivamente não. Estagiar é preciso!

 

O estágio é uma exigência para a conclusão do curso com sucesso e a emissão do seu CRECI.

E, claro, conviver com o cenário e a rotina do corretor de imóveis, aplicar seus conhecimentos teóricos e compartilhá-los com quem tem mais experiência e começar a construir sua bagagem profissional do mercado imobiliário.

Ao todo, são exigidas 128 horas de estágio supervisionado e diplomado.

Dedique-se ao máximo, isso será muito valioso para o seu futuro na corretagem de imóveis.

 

Agora já posso vender imóveis? Ainda não!

 

Agora, com os diplomas do curso em mãos, você dá entrada no seu registro profissional, o seu CRECI. A tão desejada carteirinha vermelha chega, geralmente, dentro de 30 dias.

Com elas em mãos, você já pode se atuar como corretor de imóveis profissional e, enfim, vender imóveis!

Esta é uma profissão, realmente, fascinante. Fazer parte da vida e das realizações das pessoas tem um valor especial.

Os desafios são muitos, mas, os incentivos, os motivos para ser um bom corretor de imóveis se sobressaem. Em porque vale a pena ser corretor de imóveis falei mais a respeito

 

 

Em fase do processo para ser um corretor de imóveis você está? Comente e conte comigo.

materiais para corretor de imoveis

Letycia Queiroz

Marketing de Conteúdo em Microsistec
Jornalista heavy user de internet, é viciada em pizza, apaixonada por chocolate e por todos os cachorros do mundo.
É filha de Corretora de Imóveis e tem a sua mãe como persona (e inspiração!) principal para os seus textos.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios *