Por que vale a pena ser corretor de imóveis?

Vale a pena ser corretor de imóveis? Sim.


Prova disso é o número de profissionais que ingressam no mercado imobiliário periodicamente em todo o país.

De acordo com dados da diretoria do COFECI, o Conselho Federal dos Corretores de Imóveis, atualmente, a categoria conta com cerca de 400 mil profissionais espalhados por todo o Brasil, auxiliando quem quer comprar, vender e alugar um imóvel.

 

Mas, o que será que faz desta uma das profissões que mais crescem no país?

Listamos aqui as 4 principais características que comprovam o quanto vale a pena ser corretor de imóveis.

Da decisão de ingressar no mercado imobiliário ao dia a dia do profissional da área, descubra o porquê vale a pena ser um corretor de imóveis.

Antes de mais nada, vale ressaltar que, em meio ao atual cenário econômico do país, com recorde de desempregados.

Segundo o IBGE, em 2017 o Brasil atingiu a triste marca de 13 milhões de desempregados.

Ter uma profissão onde a idade e a experiência na área – ou a falta dê – não são empecilhos, é muito positivo.

Uma das principais e mais atraentes características da Corretagem de Imóveis é esta: todo mundo pode se tornar um corretor de imóveis.

E mais: ser um corretor de imóveis de sucesso.

Não ter um perfil único, específico para ser um corretor de imóveis, faz da profissão oportunidade para os mais diversos perfis de profissionais, como para:

 

Quem procura uma nova oportunidade de trabalho;

Quem está em transição de carreira;

Quem tem mais idade e bagagem profissional em outras áreas;

Homens e mulheres jovens ou nem tanto.

 

Ou seja, trata-se de uma profissão muito versátil neste sentido, logo, também muito atraente.

Além disso, seja qual for o cenário econômico, investir em imóveis continua sendo uma das melhores formas de monetizar o dinheiro.

É verdade que, diante a crise econômica do país, muitos recuaram e adiaram a decisão de comprar ou vender uma casa ou apartamento.

Mas, por outro lado, muitos outros fizeram da crise grandes oportunidades de realizar bons e lucrativos negócios, vendendo ou comprando imóveis.

Na planta ou pronto pra morar, investir em imóveis segue entre os bons e mais rentáveis investimentos!

Mas, ser um corretor de imóveis vale a pena também por que:

 

1. A formação para se tornar um corretor de imóveis é acessível

Tirar o CRECI, o registro profissional de corretor de imóveis, é o primeiro passo para quem deseja se tornar um profissional da área.

Esta primeira etapa é algo relativamente tranquila, sobretudo, se comparada a outras profissões onde estudar, se capacitar / estagiar e tornar-se um profissional, pode levar 5 anos ou mais.

Com a corretagem de imóveis é diferente e mais rápido: até 2 anos, dependendo do curso que você irá fazer.

Para tirar o CRECI é preciso concluir um curso Técnico de Transações Imobiliárias, Gestão de Negócios Imobiliários ou Técnico de Ciências Imobiliárias.

Estes cursos devem ser devidamente credenciados pelo CRECI do seu Estado.

Atenção para este quesito, pois, trata-se de uma exigência do próprio CRECI para a emissão do Registro Profissional.

Enquanto cursa, você pode pleitear estágios na área, quando o curso exige, e a emissão do seu CRECI que, quando obrigatório, requer o período mínimo de estágio de 130 horas.

O CRECI, geralmente, chega em 30 dias úteis.

 

2.Vale a pena ser corretor de imóveis porque você pode empreender

O empreendedorismo é também forte característica da profissão.

Muitas pessoas se tornam corretores de imóveis e ingressam no mercado imobiliário já com a intensão de montar uma imobiliária e ser dono do seu próprio negócio.

A iniciativa é muito positiva para o mercado imobiliário e também para o mercado de trabalho em geral.

De acordo com o porte da imobiliária, gera empregos para profissionais de outras áreas também.

Contribuindo positivamente na mudança daquele cenário que comentamos no início do post: recorde de desemprego no país.

Em Como montar uma imobiliária – 4 passos para abrir a sua falamos com detalhes sobre como abrir a sua imobiliária.

Se você tem o empreendedorismo nas veias e sonha em ter a sua própria imobiliária, não deixe de ler este post.

 

3.Rotina Flexível: este é um dos destaques entre os porquês vale a pena ser um corretor de imóveis.

Conciliar as tarefas da vida pessoal com a rotina de trabalho, em especial, em horário comercial, tem sido o grande desafio dos últimos tempos.

Qualidade de Vida é a palavra de ordem e, partindo desta premissa, ter flexibilidade de horários é o grande objetivo a ser conquistado.

No mundo corporativo, em empresas com formatos e rotina de trabalhos tradicionais, este objetivo é, praticamente, uma utopia.

Já, no mercado imobiliário, a flexibilidade de horários é uma realidade.

A rotina do corretor de imóveis permite que ele organize sua a agenda de trabalho, conciliando vida pessoal e profissional.

E melhor: sem impactar nos seus resultados como volume de vendas e comissões.

 

4. Comissões Atraentes

E, por falar nas comissões do corretor de imóveis, taí um motivo pelo qual vale a pena ser corretor de imóveis.

Os corretores não têm vínculo empregatício e, portanto, não tem salário fixo e os benefícios que o regime CLT de contratação disponibilizam.

Há imobiliárias que oferecem ajuda de custo, mas, trata-se de uma particularidade da empresa em questão.

De uma forma geral, isso não procede.

O percentual das comissões varia de acordo com o que exige por lei o CRECI da sua região.

Em São Paulo e no Rio de Janeiro, por exemplo, a prática é de 6% de comissão sob o valor do imóvel vendido.

No post Comissão de corretor de imóveis: como funciona? Expliquei como calcular e entender melhor as remunerações do corretor de imóveis. Dá uma olhada.

Ser corretor de imóveis vale a pena mesmo. O 5º e o último dos motivos desta lista que comprova isso é, talvez, o mais motivador deles.

 

5.Ser corretor de imóveis é trabalhar com a realização de sonhos!

Clichê ou não, isso é o que melhor define – e motiva – o profissional da área.

Fazer parte do sonho da casa própria, da compra do primeiro imóvel, da troca por um apartamento maior…

ou quem sabe do escritório que abrigará a tão desejada empresa, enfim, da realização pessoal das pessoas.

Este é um trabalho motivador e tanto, não é mesmo?

 

O que te motiva a ser um corretor de imóveis: Deixe um comentário!

Software para corretor de imóveis

 

Letycia Queiroz

Marketing de Conteúdo em Microsistec
Jornalista heavy user de internet, é viciada em pizza, apaixonada por chocolate e por todos os cachorros do mundo.
É filha de Corretora de Imóveis e tem a sua mãe como persona (e inspiração!) principal para os seus textos.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios *