Consultor imobiliário e corretor de imóveis, entenda a diferença.

dois homens se cumprimentando com um aperto de mãos

Oi Corretor, como vai? Ou você prefere que eu te chame de consultor imobiliário? 

Aliás, você sabe exatamente a diferença do trabalho entre um e outro? 

É um equívoco acreditar que ser corretor de imóveis é o mesmo que ser um consultor imobiliário.

Que são profissões iguais, apenas com nomes diferentes.

O trabalho de um corretor de imóveis é totalmente distinto do trabalho de um consultor imobiliário. 

Existem muitas diferenças entre um e outro e é sobre elas que vamos bater um papo por aqui hoje. 

Será que você na verdade é um consultor imobiliário e nem sabia? 

Puxa a cadeira e fica por aqui que eu te conto. 

Qual o papel do corretor de imóveis

Para que não fiquem dúvidas sobre as diferenças entre o trabalho de corretor de imóveis e um consultor imobiliário, vale reforçar por aqui qual o papel do corretor de imóveis. 

Corretor de Imóveis é o profissional qualificado para realizar transações imobiliárias. 

E quando eu falo qualificado não estou falando somente de competência. 

Me refiro também ao registro do CRECI, o Conselho Regional de Corretores de Imóveis.

Documento que não é exigido ao consultor imobiliário, ok? A maior diferença entre as profissões, eu diria.  

Sendo assim, ressalto: o corretor de imóveis profissional é a pessoa apta legalmente para fazer a compra, venda e locação e administração de imóveis residenciais, comerciais e rurais. 

Conhecido também como um “realizador de sonhos!” 🙂

Brincadeiras e romantismos à parte, não podemos esquecer que no Brasil esta é quase que uma especialidade do corretor de imóveis.

Tendo em vista o tamanho do déficit habitacional do país e que sair do aluguel e ter a sua casa própria está no topo do ranking de desejos da maioria da população.  

O corretor de imóveis tem esse papel que é tão fundamental quanto o trabalho comercial em si.

Eu diria que são olhares diferentes para as mesmas tarefas e competências de uma profissão que, no Brasil, recebe mais de 2 mil novos profissionais por mês. 

corretor cosultor de imoveis

Veja como se tornar um corretor de imóveis

Se você está por aqui e ainda não é um corretor de imóveis, está estudando a área para entender melhor como funciona tudo, vale muito entender o caminho das pedras. 

E o primeiro passo para isso é saber como se tornar um corretor de imóveis profissional, ou seja, devidamente credenciado pelo CRECI, o Conselho Regional de Corretores de Imóveis. 

O registro do CRECI é o seu passaporte para o mercado imobiliário como corretor de imóveis profissional e para ter esse passe livre para trabalhar você precisa estudar, estagiar, passar pela parte burocrática e tudo mais. 

Etapa que o consultor imobiliário pula!

Fiz um passo a passo pra você entender melhor esse caminho rumo ao registro profissional como corretor de imóveis pra você entender melhor.  

Passo 1 – Os cursos para corretores de imóveis 

Os cursos que lhe qualificam como corretor de imóveis e dão o direito de requerer  o seu CRECI são o de TTI – Técnico em Transações Imobiliárias ou uma faculdade que tenha um curso de graduação em Gestão Imobiliária. 

Passo 2 – É preciso estagiar!

Depois de concluir os estudos ao longo de quase dois anos (esse tempo varia de acordo com a escola e a carga horária do curso), você vai precisar estagiar. 

A carga horária mínima exigida pelo CRECI para dar sequência no seu processo de formação como corretor de imóveis é de 128 horas de estágio supervisionado por um gerente ou pelo dono da imobiliária. 

Passo 3 – Burocracia 

Estágio concluído com sucesso e carta de estágio em mãos, reúna os documentos e o pagamento da taxa cobrada pelo CRECI para solicitar o seu registro de corretor de imóveis. 

Você faz isso direto do CRECI da sua região. São quase 25 Conselhos Regionais de Corretores de Imóveis em todo o país, escolha o mais perto de você para chamar de seu. 

Passo 4 –  Entrega do Registro 

Enfim, você se tornou um corretor de imóveis com o CRECI e devidamente certificado. 

O documento é entregue em uma cerimônia especial, uma formatura para você e outros colegas de sala, oficializando a formação profissional. 

Todo mundo pode se tornar um corretor de imóveis?

Inicialmente sim. Mas, assim como toda e qualquer profissão é importante entender o seu dia a dia, as funções etc. para conciliar com o seu perfil, certo? 

Há características fortes que um corretor de imóveis precisa ter para desenvolver um bom trabalho, por exemplo: 

  • Tino Comercial
  • Gostar de lidar com pessoas
  • Gostar de trabalhar com vendas
  • Ser Comunicativo
  • Ser organizado, inclusive, financeiramente, pois não tem salário fixo
  • Ter autogestão
  • Ser automotivado
  • Entre outros.

-Ah, mas eu não tenho todas essas características no meu perfil. Não daria certo pra mim? 

Acredito que muitas (quase todas!) As habilidades são treináveis, ou seja, dá pra se tornar mais comunicativo, mais organizado, aprender a gerir melhor o tempo e as finanças etc. 

Tudo vai depender de você! 

Como funciona o salário do corretor de imóveis

Esta, sem dúvidas, é um dos pontos que você precisa entender bem antes de ingressar no mercado imobiliário: 

Corretor de imóveis não tem salário! 

Uma diferença importante com o consultor imobiliário. Vamos ver isso mais a frente 😉

Assim como eu disse em “Quanto ganha um corretor de imóveis”, o corretor de imóveis não tem nenhum benefício comum de qualquer outra profissão, inclusive, salário fixo. 

Registro em Carteira, de Ponto, horário comercial de trabalho e tantos outros termos do mercado de trabalho formal, definitivamente, não existem para o corretor de imóveis.

Expliquei tudo direitinho desse post que comentei acima, mas, em resumo, o corretor de imóveis é comissional pela venda. 

O percentual da sua comissão varia de acordo com o que é estipulado pelo seu CRECI e praticado na sua praça. 

Em São Paulo, por exemplo, esse percentual é de 6% sobre o valor da venda. 

O lado bom disso é que você faz o seu salário e quanto mais você vende, maior ele é! 

Com a internet, o mercado imobiliário ganhou um boom e cresceu desenfreadamente, de forma muito positiva,vivendo um dos melhores cenários dos últimos tempos. 

Mesmo diante a pandemia e os seus impactos na economia mundial, driblou muito bem as dificuldades e foi um dos segmentos com melhor performance.  

Como dizem por aí, fez do limão uma limonada!

Por exemplo, a Taxa Selic, que com a sua queda histórica, derrubou também as taxas de juros praticadas pelos bancos nos financiamentos imobiliários e fez deste o melhor momento para a compra de imóveis financiados pelo banco. 

Aliás, se seu cliente não sabe disso, conta pra ele. 

Essa pode ser a motivação que ele precisa para realizar o seu sonho e você, claro, fechar mais uma venda. 

consultor imobiliario

E o consultor imobiliário, o que faz? 

Depois de ver e rever o papel do corretor de imóveis, vamos, enfim, conversar sobre o papel do consultor de imóveis e entender as diferenças entre um e outro. 

Tentando ser o mais claro e objetivo sobre isso, vou dividir as duas profissões em antes e depois da transação imobiliária. 

Sendo assim, o consultor imobiliário trabalha no período pré transação imobiliária, no início da jornada de compra e venda de um imóvel. 

É papel do consultor de imóveis orientar o cliente sobre o cenário atual, mostrando a ele, por exemplo, se este é ou não o momento ideal para ele fazer este investimento. 

É o consultor imobiliário que tem conhecimento e dados sobre o mercado, podendo fazer perspectivas a médio e longo prazos do mercado. 

Ele é um estudioso analítico do mercado imobiliário, conhecendo melhor sobre tendências, economia, comportamentos etc.

Fazendo uma analogia à construção civil, o consultor imobiliário prepara o terreno pro corretor de imóveis trabalhar. 

Grandes empresas, por exemplo, não saem por aí comprando e vendendo imóveis sem a visão de um consultor imobiliário, que os orienta sobre onde, no que e quando fazer os  investimentos. 

As habilidades de um consultor imobiliário 

Assim como toda e qualquer profissional, para ser um consultor de imóveis é preciso ter ou desenvolver algumas habilidades, como: 

Estudos e pesquisas – tudo muda o tempo todo, um consultor de imóveis precisa estudar e se manter atualizado sempre. 

Dados – analisar dados para comprovar cenários de forma clara e objetivo ao cliente

Postura – um consultor imobiliário é “o homem de confiança” de uma empresa e precisa transmitir esse credibilidade também no seu comportamento 

Lembrando que todas as habilidades do mundo são treináveis! 

Como se tornar um consultor de imóveis

Agora que você já sabe a diferença entre um corretor de imóveis e um consultor imobiliário, descobriu em qual papel se encaixa melhor, certo?

Se já és um consultor imobiliário, siga se aperfeiçoando para desenvolver cada vez melhor o seu papel. 

E, se é um corretor de imóveis com desejo de se tornar também um consultor imobiliário, precisa estudar muito. 

Eu não vou te iludir, não. 

Além dos conhecimentos técnicos em transações imobiliárias para ajudar o seu cliente no processo de compra, venda ou locação de um imóvel, para ser um consultor imobiliário é preciso ter formação superior em Administração, Engenharia Civil ou Direito com especialização em Gestão Imobiliária. 

Não basta ser experiência no mercado imobiliário!

Para ser um consultor de imóveis é preciso estudar muito e, claro, ser certificado, ou seja, graduar-se nestas áreas. 

E isso pode levar, no mínimo, de cinco a seis anos. 

Não encare isso como um empecilho, mas como um desafio. As faculdades online são um bom caminho para isso. Fica a dica! 

E vale a pena? Qual o salário do consultor imobiliário?

Está aí uma outra diferença importante entre o consultor e o corretor de imóveis. 

Enquanto um corretor de imóveis não tem salário fixo, um consultor de imóveis tem. 

Há variáveis como regionalidade, mas, de acordo com o site Salário a remuneração de um consultor imobiliário pode chegar a R$3.900.

image

Muitos consultores de imóveis , quando não são contratados efetivos de uma empresa, atuam por projetos. 

Um modelo de negócio muito praticado no mercado e favorável para todos. 

Nestes casos, há mais semelhança com o trabalho de corretor de imóveis, pois, requer do consultor organização e estratégia para manter a sua saúde financeira. 

Agora me diz: você é um corretor de imóveis ou um consultor imobiliário? 

Diferenças e semelhanças à parte, são profissões com alto potencial de ganhos e em crescente no Brasil. 

Vale a pena entender o seu perfil e momento atual, projeto de carreira e ir em busca do sucesso. 

Grupo vip para imobiliárias e corretores autonomos.

E, seja qual for o caminho, conte com a gente para fazer bons negócios! 

18 respostas para “Consultor imobiliário e corretor de imóveis, entenda a diferença.”

    1. Excelente material me fez perceber o porque me identifiquei tanto com a profissão de corretor de imóvel me sentir 2 em 1 e até mais uma oportunidade de para galgar sou formada em administração e após atuar por 05 anos em minha área conheci a profissão de corretor de imóvel e fiquei em encantada com esse novo desafio, aceitei de cara embarcar nessa viagem, tudo se encaixava direitinho e lendo sua material conseguir entender o porquê.
      Obrigado por esclarecer a diferença vi que nos corretores de imóveis somos dois em um pois de fato é de nós a quem o incorporador recorre quando deseja fazer novos investimentos, nós perguntam o que achamos de tal lugar ter casas disponíveis para venda e fizemos perfeito e assim vai, se bem que não recebemos por isso e ultimamente percebir que já não nos fazem mais esses questionamentos apenas nos informam dos futuros lançamentos e nos incentivam com premiações a vender o mesmo.

      1. Olá Sandra, há uma certa tendência do mercado em generalizar, mas cada um tem o seu papel!
        Obrigado por compartilhar a sua visão!
        Continue acompanhando nossas matérias!
        Forte abraço e sucesso!

    1. O problema é que enquanto uns chupam o sangue do corretor com a marra de consultor imobiliário(Vampiro), nós corretores de imóveis de verdade que suam a camisa para fechar rápido a venda pois corretagem é (velocidade) temos que suportar esses consultores que não entendem nada de Gestão imobiliária digo na prática,dentro das imobiliárias.😡👽😏😬👎

  1. Excelente material me fez perceber o porque me identifiquei tanto com a profissão de corretor de imóvel me sentir 2 em 1 e até com mais uma oportunidade para galgar nessa profissão, sou formada em administração e após atuar por 05 anos em minha área conheci a profissão de corretor de imóvel e fiquei em encantada com esse novo desafio, aceitei de cara embarcar nessa viagem, tudo se encaixava direitinho e lendo sua material conseguir entender o porquê.
    Obrigado por esclarecer a diferença vi que nos corretores de imóveis podemos e até somos dois em um, pois de fato é de nós, a quem o incorporador recorre quando deseja fazer novos investimentos, nos perguntam o que achamos de tal lugar ter casas ou apartamentos, se naquela região seria um lugar com muita procura, verificamos e respondemos, perfeito será sucesso de venda, localização muito requisitada, se bem que não recebemos por isso e ultimamente percebo que já não nos fazem mais esses questionamentos, apenas nos informam dos futuros lançamentos e nos incentivam com premiações para vender o mesmo. Em minha região e estado ainda não ouvir falar sobre a existência de um consultor de imóvel, e sim que a diferença que se faz é, que o corretor de imóvel é quem possui registro no CRECI e o consultor está iniciando e não possui CRECI.

  2. Excelente matéria! Uma pergunta; Um consultor(não tendo CRECI) pode angariar clientes (pessoa física) para oferecer consultoria em financiamento imobiliário oferecendo a melhor oportunidade de financiamento e imóveis compatíveis com perfil de financiamento dele? Deixando para o corretor (com CRECI) somente a parte final que é o cruzamento/fechamento da venda (financiamento + imóvel)? Assim o consultor prepara todo o campo e o corretor mata a venda. Legalmente é possível?

    1. Olá Jean, tudo bem? Realmente esse procedimento não é permitido no mercado, pois as atividades de captar imóveis, atendimento de clientes, ofertas de imóveis, toda essa parte de assessoria é realizada pelo corretor, e não somente a documentação no final da negociação.
      Para mais informações, sugiro que entre em contato com o CRECI da sua região e valide sobre as atividades.
      Continue acompanhando nossos conteúdos. Obrigado pela sua mensagem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimente por 15 dias grátis!
Sem nenhum tipo de cobrança.

    Suas informações estão seguras.

    Confira nossos materiais gratuitos para te ajudar a vender mais

    Já vai sair?

    Antes confira nossos materiais gratuitos para te ajudar a vender mais

    Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo.