Como tirar o CRECI  da forma correta

CRECI: 5 letrinhas fundamentais na vida do corretor, pois, para ser um corretor de imóveis profissional é preciso tirar o CRECI, o registro que permite a atuação no mercado e garante seus direitos. 

Você que está pesquisando um pouco mais sobre o mercado imobiliário como área de atuação e deseja ser um corretor de imóveis, saiba que o primeiro passo para isso é tirar o CRECI. 

Assim como o advogado precisa ter um registro profissional na OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, os médicos os seus no CRM – Conselho Regional de Medicina, os radialistas um MTb e tantas outras profissões, ser um corretor de imóveis exige um registro profissional no Conselho Regional de Corretores de Imóveis. 

E, para isso, há uma jornada a ser seguida, com: 

  • Curso do CRECI 
  • Estágio de corretor de imóveis
  • Anuidade do CRECI 
  • E outros cursos para corretores de imóveis

Uma jornada com começo, meio e SEM FIM.

É isso mesmo: sem fim.

Ao contrário do que muitos pensam, tirar o CRECI não é o objetivo final, mas sim o primeiro passo na carreira de um corretor de sucesso. 

Fiz um passo a passo de cada etapa dessa jornada da busca pelo CRECI e depois dele em mãos para ilustrar melhor o que estou falando. Vamos lá! 

CRECI: o que?

Sede do CRECI de Franca, em São Paulo

Em tempo, vale deixar claro o que é o CRECI. 

Não é à toa que essas 5 letrinhas são tão importantes na vida do corretor de imóveis. 

CRECI significa Conselho Regional de Corretores de Imóveis. 

Este é o órgão que regulamenta e fiscaliza a profissão regionalmente e, em todo o território nacional, quem faz isso é o COFECI – Conselho Federal do Corretor de Imóveis. 

É também a sigla que o mercado usa para se referir a instituição e ao registro profissional emitido por ela a quem estuda e é aprovado no curso para se profissionalizar como corretor de imóveis. 

Frases como:

  • Você tem CRECI? 
  • Qual o seu CRECI? 

Se referem ao registro profissional, a carteirinha do CRECI que é o passe livre para alguém trabalhar legalmente como corretor de imóveis no Brasil.  

E como tirar o  CRECI?

Em um curso do CRECI

Quem quer ser engenheiro, estuda engenharia, quem quer ser professor, faz pedagogia. 

Quem quer ser médico, medicina e, quem quer ser corretor de imóveis faz um curso do CRECI. 

Para ter o registro profissional de corretor de imóveis é preciso fazer um curso de TTI – Técnico em Transações Imobiliárias ou um curso superior em gestão imobiliária. 

O curso de TTI – Técnico em Transações Imobiliárias, é oferecido por instituições de ensino credenciadas. 

Importante: fique atento para cursos do CRECI que não são oferecidos e ministrados por profissionais claramente autorizados e conveniados com o CRECI. 

Os cursos de graduação e de pós-graduação em gestão imobiliária, por exemplo, são oferecidos por faculdades e, por uma série de fatores, estão dentro do que é exigido pelo CRECI para que, ao seu término, o aluno possa solicitar o seu registro profissional junto ao CRECI. 

Para saber onde fazer o curso do CRECI, basta consultar o CRECI da sua região. 

Esta é a fonte mais segura para isso e pode ser também o começo de uma relação profissional de sucesso! 

E como funciona o curso do CRECI

O curso do CRECI dura, em média, até 2 anos. Isso varia muito de onde você vai fazer o curso e como a instituição define a grade de aulas, seus conteúdos e a carga horária. 

Assim como os valores de investimento. Cada instituição tem um valor e forma de pagamento. 

Os cursos podem ser presenciais e online, sobretudo, depois da chegada do vírus chinês ao Brasil, os modelos de ensino virtual ganharam muita força e, em paralelo, com o boom do mercado imobiliário, a procura por cursos online é grande. 

Entre o conteúdo programático, ou seja, o que você aprende nesse curso, estão: 

  • Marketing Imobiliário
  • Organização e Técnicas Comerciais
  • Comunicação e Expressão em Língua Portuguesa
  • Operações Imobiliárias
  • Etc. 

Estágio como corretor de imóveis

Lá no finalzinho do curso, para tirar o CRECI, antes, é preciso estagiar como corretor de imóveis. 

O aluno precisa ir em busca de uma imobiliária para estagiar como corretor de imóveis. Sem isso, sem CRECI! 

O curso do CRECI o cumprimento de 128 horas de estágio supervisionado. 

Só depois desse relatório de estágio e o diploma de conclusão de curso do CRECI em mãos, é possível solicitar a sua carteirinha do CRECI, o seu registro profissional. 

CRECI em mãos

Com curso e estágios concluídos com sucesso, é hora de dar entrada no pedido de emissão do CRECI. 

Isso pode ser feito online pelo site do CRECI da sua região ou pessoalmente na sede dele. 

Em CRECI: Saiba tudo sobre o Conselho dos Corretores de Imóveis tem uma lista com site e contatos de todos os CRECIs do país. 

No site de cada um deles possui um formulário que deve ser preenchido para o requerimento e a lista de documentos que precisam ser apresentados e entregues junto ao pedido. 

Depois disso, é preciso pagar uma taxa e o valor dela também varia de CRECI para CRECI, mas, de um modo geral, custa em média R$600.  

Feito isso, tudo é enviado para o plenário do Conselho Federal dos Corretores de Imóveis, analisado por uma comissão responsável e, se houver algo de errado, volta para o CRECI sinalizar o requerente e ajustar o que for preciso. 

Se aprovado, é só retirar o CRECI. Não se esqueça de levar os comprovantes e documentos pessoais. 

Geralmente, a entrega dos CRECIs são realizadas em uma solenidade, uma formatura mesmo. 

Momento histórico, marcante na carreira de qualquer profissional.  

Depois de tirar o CERCI: a anuidade do CRECI 

O registro profissional do corretor de imóveis é mantido ativo junto ao Conselho com o pagamento de uma anuidade. 

Os valores não são padrão e, por isso, variam de CRECI para CRECI. 

No estado de São Paulo, por exemplo, a anuidade do CRECI custa hoje R$ 1.182. Consulte o seu CRECI. Sempre! 

Outros cursos para corretores de imóveis

Enfim, um corretor de imóveis devidamente registrado e com o seu CRECI em mãos. 

Parabéns, você alcançou o primeiro e mais importante passo na carreira de corretor de imóveis. 

E, como eu disse inicialmente e sempre ressalto isso por aqui, este é apenas o primeiro grande passo. 

Agora, rumo ao sucesso de vendas, é preciso ir em frente e aperfeiçoando seus conhecimentos, enriquecendo a sua bagagem profissional diariamente. 

Esse é um processo contínuo, ininterrupto, eu diria. 

Se manter atualizado, capacitado e acompanhando as transformações do mercado é mais que preciso, é vital para o sucesso do seu negócio e da sua trajetória como profissional. 

Por isso, busque outros cursos da área e de áreas correlatas para estudar, esse é o grande segredo dos corretores de sucesso. 

Falamos sobre isso em “Os melhores cursos de corretores de imóveis”. Dica de leitura obrigatória para o corretor de imóveis, viu? Salva aí! 

Tenho mesmo que tirar o CRECI para ser um corretor de imóveis?

Sim. Se você quer ser um corretor de imóveis legalmente habilitado para trabalhar como profissional, com certeza. 

Se você quer fazer parte de times de corretores de imóveis em imobiliárias sérias, também. 

Trabalhar como corretor de imóveis sem CRECI é mais que uma irresponsabilidade e a falta de respaldo para todo e qualquer imprevisto, como o não pagamento de honorários, golpes etc., um grande risco. 

Assim como para quem contrata um ‘corretor de imóveis’ sem o CRECI. 

Vale lembrar que uma transação imobiliária é mais que a compra e venda de um imóvel. 

Trata-se da comercialização de algo com alto valor agregado, financeiro e emocional, que envolve uma série de questões, em um processo que tende a ser moroso, burocrático e, também por isso, requer um nível de conhecimento e confiança entre as partes envolvidas. 

Definitivamente, não dá pra tratar essa compra e venda como a de uma bicicleta, um brinquedo ou um sapato. 

  • Você vai a um médico sem CRM? 
  • Você contrata um advogado sem OAB? 

A compra e venda de um imóvel deve seguir a mesma linha de raciocínio, ainda que isso não garanta total segurança, uma vez que há profissionais e PROFISSIONAIS no mercado – em todos os mercados!, é sim um meio, um recurso de se calçar, se prevenir para futuros possíveis transtornos. Tanto o corretor, quanto o cliente. 

E mais: se você quer ser um corretor de imóveis, comece a entender e valorizar a sua futura profissão desde o primeiro passo dado neste sentido. 

É desde a tomada dessa decisão, dessa escolha, que o corretor deve se posicionar como o melhor e mais competente profissional para realizar o sonho da casa própria de alguém, de ajudar uma família a dar um upgrade da sua casa, na compra de um sítio, casa de praia ou de campo de alguém que trabalhou uma vida inteira para a realização dessa conquista. 

Entenda que o processo é valioso, exige cuidado extremo e não dá pra abrir mão de um profissional para conduzir isso. 

Do contrário, pode custar imensuravelmente muito mais caro do que realmente foi. 

Dê o primeiro passo para a sua carreira de sucesso como corretor de imóveis. 

E seja bem-vindo ao mercado imobiliário. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimente por 15 dias grátis!
Sem nenhum tipo de cobrança.

    Suas informações estão seguras.

    Confira nossos materiais gratuitos para te ajudar a vender mais

    Já vai sair?

    Antes confira nossos materiais gratuitos para te ajudar a vender mais

    Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo.